Arquivo da tag: medicina natural

🌿 Boldo

Mas, Cassi se você não toma o chá do boldo para que tá colhendo?

Dias desses uma conhecida fez um monte de perguntas, enquanto colhia os boldos na plantação perto de casa.

Embora saiba dos muitos benefícios dessa erva, particularmente não sou fã do sabor proporcionado por esta folha, porém, utilizo nos meus banhos de ervas, e por isso, a colheita semanal.

Você conhece o Boldo do Jardim?

Continuar lendo 🌿 Boldo

| medicina da borboleta |

Veja, observa, sinta,
Com olhos revestidos da luz,
Suave amor que nos toca alma,
Véus rasgados, doce espírito.

Sorria,
Olha, ela tá pousada em seu ombro,
Aquieta o mau fôlego, recupera seu ar,
Respira, filtra, permita-se curar.

Dança o balé dos anjos,
Sobre os céus celestes,
Nos faz viajar para o alto,
Voar, voar, voar, respirar!

Alegra-nos em nossas tristezas,
Traz a força de nossas raízes,
Baila, retira os olhos de lagarta,
Transmuta!

🦋💙✨


* Pedras para meditação: Azurita, Quartzo ou Ágata Azul.

| medicina do urso |

A medicina do urso é a cura, mas, na compreensão, não quer dizer curado.

Caminhar nos mistérios do arquétipo, é uma das formas que o espírito adota para te fazer parar, te fazer olhar para o interno, olhar para si, te fazer vê e perceber, onde a enfermidade brotou, e onde ela realmente deve ser tratada.

Alguns tratamentos por mais maravilhosos que possam ser, por mais dolorosos, não serão capazes de te fazer enxergar o que afligiu, isto, não quer dizer que não ficará melhor, mas há possibilidade de outros males surgirem enquanto a raiz não for tratada.

| poejo |

O poejo, de nome científico Mentha pulegium, é uma planta comumente encontrada em hortas e jardins em nosso país.

Uma das espécies mais conhecidas do gênero Mentha e pertencente à família das Lamiaceae, o poejo é famoso, principalmente, devido às suas propriedades medicinais, conhecido popularmente há vários séculos em todo o Mediterrâneo e Ásia Ocidental.

Dentre as propriedades desta planta, podemos destacar as seguintes:

Digestivo;

Vermífugo;

Carminativo;

Expectorante;

Antisséptico;

Antiespasmódico;

Emenagogo.

Os benefícios e as indicações de uso

  1. O chá preparado com as folhas do poejo é popularmente conhecido como um eficaz expectorante, sendo, por isso, indicado como um remédio caseiro para tratar a tosse, gripe e outras doenças do sistema respiratório. Devido a essa propriedade e ao fato do aroma que exala, a planta também é chamada de “hortelã dos pulmões”.

E os benefícios do poejo não param por aí: além de auxiliar no tratamento de males respiratórios, algumas substâncias presentes em suas folhas ajudam na redução da acidez no estômago, contribuindo para melhorar a digestão e combater a azia .

Além disso, a aplicação de compressas à base desta planta possui a capacidade de aliviar dores reumáticas.

O chá de poejo também pode melhorar o desconforto e dores das cólicas menstruais , acabar com a insônia e diminuir a ansiedade.

Como preparar o chá de poejo?

Ingredientes:

– 1 colher de chá de poejo fresco ou seco;

– 1 xícara de chá de água.

Modo de preparo:

Coloque as folhas picadas da planta no fundo de uma xícara. Depois, leve a água para o fogo até levantar fervura e despeje sobre as folhas de poejo. Deixe a mistura abafando por cerca 10 minutos. Após este tempo, coe e beba o chá.

A indicação de consumo é de 1 xícara do chá a cada 6 horas em casos de doenças respiratórias.

Para tratar males digestivos, o indicado é tomar a mesma quantidade alguns minutos antes das principais refeições.

É necessário ter atenção com a quantidade de chá ingerido, pois a pulegona, uma substância presente no poejo, pode ser tóxica se for consumida em alta quantidade.

Contraindicações

O chá é contraindicado para mulheres grávidas, especialmente nos primeiros meses da gestação.

Lembre-se de consultar um médico para evitar qualquer problema ao iniciar um tratamento, inclusive com remédios naturais!

Fonte: Débora Silva.