Publicado en Fotografias, Memórias

Fazenda Campos Novos

📌 Fazenda Campos Novos, fundada em 1648.

A antiga Fazenda Santo Inácio de Campos Novos, agora, Fazenda Campos Novos, fica localizada na Rodovia Amaral Peixoto, em Tamoios, distrito de Cabo Frio, próximo a entrada de Armação dos Búzios.

Terras da Fazenda Campos Novos:

“de testada quatro léguas e meia principiando a mesma no sítio chamado de Genipapo partindo da parte do Norte com os moradores da baía Formosa, do Sul com as terras da aldeia dos índios de São Pedro e da Norte correndo rumo ao Nordeste por costa do mesmo mar até a praia do Rio de São João e do Poente com o sertão até intestar nas terras de Bacaxá…”

(Carta de Sesmaria).

“Campos Novos é um lugar/história, pois não se pode desmembrar o lugar da história e a história do lugar, em todo canto, seja nos sambaquis, no seu cemitério, na capela de Santo Inácio, no casarão, ou nos seus muitos hectares está presente a história de nossa gente.”

O sítio histórico é remanescente da antiga fazenda de propriedade da Companhia de Jesus, com a expulsão dos jesuítas em 1759, a área foi incorporada aos bens da Coroa.

A Fazenda Campos Novos atravessou o Brasil Colônia, o Império e a República. Coexistiu com famosos, como o Imperador Dom Pedro II, os viajantes Saint-Hilaire e Charles Darwin que se hospedaram na Fazenda, anônimos, índios, negros e brancos, senhores e escravos, fazendeiros e lavradores.

Em 1823, as terras foram objeto de reforma agrária. E em 1993, a sede da antiga fazenda foi desapropriada pelo município.

Desde que foi desapropriada, muitos projetos surgiram, na tentativa frustrada de conservar o patrimônio e a história, mas pouco foi feito, e maioria nunca saiu de palavras jogadas ao vento no entusiasmo e na esperança de governos realmente interessados.

Atualmente a Fazenda, encontra-se destruída e totalmente saqueada. Na casa, “conservam-se” (desabando) os tetos de madeira de gamela. O interior da igreja mantém-se íntegro, apesar de não haver nenhum projeto de conservação, mas, a estrutura arquitetônica original jesuítica ainda, encontra-se preservada (informação constatada via vídeo de divulgações).

O governo atual, que, é o mesmo, do ano de desapropriação da Fazenda, prometeu reparos na estrutura interna da casa e ďa igreja, onde funcionará o gabinete da Prefeitura de Cabo Frio.

Infelizmente, não consegui fotografar as partes internas e nem visitar a igreja, pois ambos, encontram-se fechados, mas, euzinha aqui, sou curiosa e intrometida, acabei bisbilhotando clandestinamente, algumas áreas internas, porém, não senti-me a vontade energeticamente para fotografar a parte interna e outras áreas.

Fotografias por Cassiane Araújo (@temflor) | Janeiro 2021


Memórias | Cabo Frio – RJ

Fontes: Projeto Charlie Darwin | Prefeitura de Cabo Frio | Inepac.

Publicado en Poetisa

Luz e Sal.

@temflor


Sou das águas…

Do mar, da cachoeira, da chuva. Sou filha da terra, a flor que nasce em águas turvas. O lodo e a lama. A gota violeta. O botão que floresce ao sol e banha-se em chuva. Pés na areia, leveza na alma, sorte no fio da teia.

Rio fluindo ao mar…

Estou calda de peixe, estou asas de borboleta. Estou gota provindo.

No Alto, o Lua ilumina, e reflete nas águas, as certezas em uma bela vida. Que lua! Azar da solidão barulhenta.

Ó fio emaranhado da vida, na qual presenteia-nos. O coração é só gratidão, em silencioso agradecimento, em doce presença.

🐚 Luz e Sal.

Partes do texto: Sou das Águas | 2018.