Água

Afoga mais bem mais querida mais água que a chuva é de graça e fraca fraca pato rasa seu pássaro fraca fraca voa logo voa logo voa logo voa logo foi-se afogada afogada voou… viva!

Orgasmo

Despertei, ainda é noite, ainda não é manhã ensolarada, e a chuva que cai na janela, silencia o saudar do sol que não virá.

A coruja despede-se com o olhar de que tá farta de me observar.

Observo o céu estrelado, vejo os anéis de brilhantina.

Mas ainda estou bêbada, entorpecida com alguma coisa que li, bebi e comi antes de cair de sono, em cima do velho sofá.

Caminho sem força até a banheira, fumaça grita a água que ferve, pontas de folhas, garrafas de água, a espuma espalha o sabão no quarto.

Banho com alecrim, camomila e rosas, mandinga da boa, é coisa de bruxa…

Você vem pro banho?

A bruxa desperta, o banho renova e causa orgasmos.

Pode ser que múltiplos!

rés demais pra mergulhar em águas profundas

Treina a apnéia, dilata os brônquios e cuidado com os tímpanos.

Respira, não pira, coloca o pulmão pra trabalhar com eficiência.
Refaça a respiração, inspira, respira, uma, duas, três vezes.

Quando for necessário, quando for preciso, ou quando tu estiver bem disposto a enxergar, olha bem pra água, pede licença, agradeça a oportunidade e começa tudo de novo.

Continua leyendo “rés demais pra mergulhar em águas profundas”

~ anseios!

O vento canta,
tu é capaz de ouvir a saudação?

A chuva dança,
tu consegue enxergar a sincronização?

Fecha os olhos, respira,
faça sua entonação.

Beba da sua água,
não tenha medo da profundidade,
mergulha!

Abra os olhos,
na escuridão, veja.
Enxerga com mais clareza.

Nem tudo é delicadeza,
mas há vida.
Toca com sutilezas.

Perdoa o rancor barato,
sugira o menu do prato,
retribua o amor.

Responda sem obrigação,
ler sem preguiça,
interpreta sem medo.

É água potável,
misturada na terra,
germinando a lama.

Qual será a cor dos teus anseios?

~ vazio.

Pinterest

Este texto devia conter palavras bonitas, contagiantes, ou efêmeras, mas, acordei no vazio. Por um momento não soube descrever o vazio, tão pouco compreender o meu.

vazio

  • 1. que não contém nada (ou contém apenas ar) ou quase nada. “copo v.”
  • 2. em que não há ou há poucos ocupantes ou frequentadores. “um cinema v.”

Continua leyendo “~ vazio.”