Publicado en Pensamentos

Lótus

Para Lótus

O centro seduz

Dois passos pro amor

Três passos em família

Menina travessa sempre sorrindo

Doce Lótus, flocos de luz na terra

Publicado en Poetisa

Vê é do reino

talvez.

Secos como o copo vazio, encharcados reinos,
arretado primor que quiema notas e palavras.
Conversas, lábios, bondades e corações secos?
Frescor quase frio, quase gelo, quase vestígios.

Ríspidos ventos que norteiam estações inertes.
Doutrinação matinal, silêncio noturno, sais tardios.
Que leituras essenciais admiras, o que escutas?
Ossos do ofício; demostração nula, palavra muda.

Sigue leyendo “Vê é do reino”

Publicado en Tem Café?

Supremacia Divina

Deus, inteligência suprema, depois, amor.

É inteligente permanecer onde houver amor e alegria. Onde há fé.



Sigue leyendo “Supremacia Divina”

Publicado en Poetisa

Domingo…

Receba, os beijos.

  • Tô devolvendo os três.


Lábios, beijando o coração, a mente e o intelecto, em volúpia satisfação.

Toque leve, no semblante, esse, lindo e tímido, por vezes, desconfiado.

Em tempos ensolarados, dois beijos, na altivez do soberano Sol.

Que estação estamos, final de verão?

Sigue leyendo “Domingo…”

Publicado en Poetisa, Tem Flor

Enfleurage


“Para qualquer hora, um sorriso na cor da manhã!”


Sinta o leve perfume da flor pousada no bosque da cidade.

Que hermosa és! Observa.


Bia Novo

Bafejo suavíssimo do aroma delicado.

É a flor, que brotou nas antigas madeiras do cais.

Pega, colha a flor. E por gentileza, fotógrafa a simetria resistente e intacta.


Leonardo Coutto

Leva-a para casa, providência um copo com água, cheio, vazio, tanto faz, viverá poucos dias.

Pega um lápis, o papel da carta nunca escrita e retrata a flor da madrugada.


Bia Novo

Ou registra um verso para a poesia da primavera, escreva na pele, imprima na alma.

Agora, ferva a água. Faça um chá, degusta do esplêndido sabor da manhã.


Leonardo Coutto

Ou coma da flor, na salada ou no cupcake da festa de cumpleaños, com direito a tônica, amigos e pôr do sol repleto de bênçãos e esperanças.


Marina Reis

É flor comestível, de sabor agradável?

Cuidado, algumas são tóxicas. Certifica-se, não morra!


Leonardo Coutto

A flor, continua no copo, na mesa da cozinha, jogada no canto da pia?


Leonardo Coutto

Olha, a beleza das pétalas, a luz da cor, ainda enfeita a noite. Sorria!


Leonardo Coutto

Mas, ela murchará, na manhã seguinte ao zelo, despedaça-a.

Sem essa de mau te quer, extraia. É sublime.

Destila, suga o exímio das notas.

Ou aja na frieza francesa, enfleurage!


Bia Novo

Por obséquio, enterra os restos mortais em adubo fértil.


📌Dia do Florista, parabéns!


Marina Reis

Um vendedor de flores/Ensinar seus filhos a escolher seus amores.”


🌵🌼📷 Imagem dos Floristas Profissionais:

Marina Reis | Leonardo Coutto |

Bia Novo