Vê é do reino

talvez.

Secos como o copo vazio, encharcados reinos,
arretado primor que quiema notas e palavras.
Conversas, lábios, bondades e corações secos?
Frescor quase frio, quase gelo, quase vestígios.

Ríspidos ventos que norteiam estações inertes.
Doutrinação matinal, silêncio noturno, sais tardios.
Que leituras essenciais admiras, o que escutas?
Ossos do ofício; demostração nula, palavra muda.

Continua leyendo “Vê é do reino”

📌 Pedrinho, tão duro quanto o rochedo.

Quando alguém fala de Pedro, lembro do ditado:

“Água mole, pedra dura, tanto bate, até que fura.”

A maioria remetem a figura e vida de Pedro, as muitas histórias do pescador de homens.

Sim, Pedro foi um grande evangelizador, convertendo até três mil homens em um de seus sermões.

Desda maneira, entendemos que Pedro teve grande valor, e devemos ser gratos por sua existência e trajetória, assim, como todos que acompanharam seus caminhos.

Gratidão, Pedrinho!

Continua leyendo “📌 Pedrinho, tão duro quanto o rochedo.”

Tenhamos foco!

César, terá TUDO o que for pra ele! E tu, terás o que for pra ti.

Bom ou ruim, o que tu terás, será justo, pois, o universo é perfeito e a lei do retorno existe!

A consequência vem para todos, sem atrasos, sem isenções, sem erros.

Eles dizem:

“As pessoas tem o que merecem.”

Na verdade elas tem o que aceitam ser e ter. Inclusive, as consequências. Tudo é uma questão de escolha, e nós temos a oportunidade de decidir novos rumos.

Todos os dia dorme, e não vigia a mente, não sabes se continuará funcional, alimentando as veias, bombeando o seu coração, inspirando o oxigênio. A verdade é que não nos preocuparmos com isso, apenas confiamos no corpo. Isso, é a sua fé.

Tu não é o responsável por essa mágica, essa magia, não te pertence, esse brilho é maior. Por mais que a ciência do corpo humano, seja algo lindo e poderoso, não é o homem capaz de controlar a própria vida. Mas o homem é capaz de esquecer a própria vida e presentear a morte.

O que tu tens escolhido na vida?

Continua leyendo “Tenhamos foco!”