Não destrua o corpo

“Oh! Como são persuasivas as palavras retas!”

Teus filhos testam os filtros em vocês?

¿Seus filhos também testam os filtros em vocês?


É texto que não escrevi. Um daqueles que reluto a escrever, mas preciso.

Vomitar a persuasão necessária, sobretudo nestes movimentos incertos e desgastantes.

Como estamos vivendo? De que maneira tens morrido nestes dias? Que saudades vens anulando?

💡 Não morra com fomes do ontem! E coma a sobremesa amanhã.

Inúmeras. [É a minha resposta].

Eu já desisti de ditar tudo que anulei por puro prazer da necessidade e por pressão egoísta do ser que transformei-me.

Não, eu não sou a anja que pareço que sou. Haha não pareço. Tão pouco sirvo pra diaba ou pra encosto. Aliás diabo é um ser místico criado para ditar medo sobre nós, humanos raros e tolos e incríveis e totalmente desejados. Mutáveis.

Nós somos desejados. Eu te desejo. Tu me desejas. Eles nos desejam. Mas quem? Quem é eles? Quem são? Quem somos esses Nós infinitos?

Luz. É disso que somos feitos. De Luz. Somos Luz. Muita luz energizando, vibrando e emanando sobre a matéria morta que habita o corpo.

Estamos agindo com Luz?

Eu destruí meu corpo emprestado. Alimentei, cortei, lavei, toquei, rabisquei, arrisquei dor e amor sobre ele.

Desculpas. Há de ter consertos corporais além do físico, além do espírito. Consertos nos tratos, nos contratos, nos reparos dos tempos, na Luz que alumia.

Que corpo forte, eu diria. Se fosse minha, a força, morto estaria. Mas vive. O Corpo sobrevive mesmo destruído.

Eu culpo a mente que insisti em manter são toda essa estrutura presa na alma. Mas com a doença é diferente. Umas nos levam do corpo. Outras nos trazem pra ele.

Libertai-nos e não seremos mais nada.

[A liberdade tem seus caprichos. Onde há muita liberdade, quase sempre há correntes invisíveis.]

Não é assim que funciona. Nem o medo, nem o desejo, nem a existência da alma, nem a persuasão da vida.

Corpo é o que estamos. Estamos corpos sobre corpos. E lá se vão quase quatrocentos mil corpos compatrícios.

Eu li em algum mural que: “se o coração está blindado, a mente corre risco”. Fez muito sentido.

Mas se o corpo tá blindado de quem é o risco? Se o emocional tá blindado quem corre o risco?

Fecha o corpo. A mente. O coração. O espírito. Cuida da alma. Ora. Chora. Beba da água da vida.

Cuida dos teus órgãos (não só os físicos) como quem cuida da vida dos filhos.

Se cuida! 🙏💙🌷

🍷 Uma segunda no Shabat?.. Não. Só mais um texto sobre os benditos corpos. Bom Domingo!

Medita: Jó 6

6 Comments

Deje un comentario

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s