Publicado en Poetisa

Domingo…

Receba, os beijos.

  • Tô devolvendo os três.


Lábios, beijando o coração, a mente e o intelecto, em volúpia satisfação.

Toque leve, no semblante, esse, lindo e tímido, por vezes, desconfiado.

Em tempos ensolarados, dois beijos, na altivez do soberano Sol.

Que estação estamos, final de verão?

Entrarás na minha estação preferida.

Dias ensolarados, tardes frias, noites solicitando presença, exigindo um bom cappuccino, um maravilhoso vinho. O que prefere?

Eu, prefiro água. Natural, sem gás, sem rodelas cítricas.

Tá abafado, brisa úmida. Estou te levando na casa da prima Vera, conhece?

Estamos sentados, admirando a paisagem do mirante. É um lugar favorito, que não conhecemos.

A pele, tá levemente rosada ao sol. Refletindo a beleza dos raios, seduzindo-me, sem nem saber.

Admirável beleza.

Contemplar os olhares, perspectivas, sorrisos, conquistas, aspirações, sobre a imensidão divina e gloriosa.

Sobre a celeste dos céus e a grandeza dos mares. Sobre o Atlântico, que não nos uni fisicamente, mas, recorda caminhos.

Visões e orações sobre céus e nuvens…

O céu aqui, é mais acinzentado, nenhum é sempre azul. A tonalidade oscila, mas reluz forte na gris dos dias.

Pétalas ao vento, e se esvai a voz da coragem, em enviar as palavras, as que reuno não só em versos, ou as que nunca ousaria escrever…

Que o sentir afetuoso, o que guardei, chegue em seu ser, com raios alegres e virtuosos, com luzes que ampliem a visão dos dias.

Como a luz das estrelas cadentes, que trazem a esperança de um pedido infantil e ingênuo, mas que reflete em sorrisos escondidos e-ou apagados.

Sorria, amor. Sorria em todos os dias da sua vida. Ria, com a seriedade do olhar.

Te devolvo os três beijos, para lembrar-te, que por um tempo, fostes Carioca.

Nenhuma filha, destruiu tantos sapatos. Saudades. Não de sapatos destruídos. Rs. mas, da amizade, da vivacidade da sua juventude.

Receba, do amor.

E sinta-o, sempre contigo. Abraça-te, neste lindo e majestoso domingo.

Por onde for, vá com amor. E seja amor. Seja o amor da vida e pra vida.

E lembra-te, dos dias ensolarados e floridos, lembra-te dos dias nublados e imundados, e vá, vá sempre.

Busca o infinito dos sonhos. A grandeza e as sutilezas da vida.

Beba água do oásis na busca. Beba da água dos Serafins, mas, pode ser, que essa água venha da chuva.

Deus é contigo. Os arcanjos, também.

Gratidão, por toda nossa relação.

Aho⚘💙

Autor:

Sou apreciadora de cafés e doces, de culturas e todo tipo de arte: poesias, músicas, fotografias, esculturas, artesanatos, pinturas, cores, desenhos, garatujas. Comungo num rito harmonioso com a botânica, uns encantos por belezas naturais: céus, pássaros, flores, plantas, insetos exóticos, peixes, águas.

6 comentarios sobre “Domingo…

Agregar un comentario

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s