Tinha um texto aqui…

Ele estava programado para subir até as nuvens de cores lilás, até a entrada da casa do sol. Texto sem cor, sem linha tênue, sem sentimentos, achismos, divindades, poesias ou flores. Texto sem nada, vazio, só um texto e algumas estrofes. Preparei uma escada de cetim. Trancei com renda e pérolas, estava pronta para subirContinúa leyendo “Tinha um texto aqui…”

Enfleurage

“Para qualquer hora, um sorriso na cor da manhã!” Sinta o leve perfume da flor pousada no bosque da cidade. Que hermosa és! Observa. Bafejo suavíssimo do aroma delicado. É a flor, que brotou nas antigas madeiras do cais. Pega, colha a flor. E por gentileza, fotógrafa a simetria resistente e intacta. Leva-a para casa,Continúa leyendo “Enfleurage”