| frio na coluna |

Fecha os olhos,

vou te trazer pra perto,
perto de mim, de nós.
Onde os sonhos são possíveis.

Vou te levar pro coração,
pro lado de dentro da emoção,
no ápice da razão.

Abra os olhos,

veja, estamos deitados no chão,
observando as luzes, as estrelas,
ouvindo canções celestes.

As mãos quentes, aquecem,
os pés frios, firmam,
as almas brindam; sinta.

Vem,

traga o café favorito,
me busca na velha esquina,
esquenta a pele.

Dê-me um banho de luar,
envolve-me em nas estradas,
causa-me excitação na alma.

Vai,

O calor exaltou os pensamentos,
silenciou as vontades,
esfriou a coluna e os pés.

Tu precisa encontrar os sonhos,
redescobrir os planos, os danos,
perder os medos, curar os anseios.

Seja!


Em, 17 Janeiro de 2017

1 Comentario

Deje un comentario

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s